foto por: Ane Kelly

Poderia dizer que não sei nada. Sobre o amor não sei nada. Quando acho que é uma coisa é outra, quando acho que é outra coisa, é uma. Mas sei que o amor é. Digo, sei que existe. Já toquei nele várias vezes sob várias formas diferentes: abraço, olhar, sorriso, choro, sorvete, sol, chuva, presente e beijinho. A gente não sabe muito bem o que é, mas é. Muitos tentam definir, outros tentam denegrir mas ninguém consegue fugir. Seja amor de mãe, de pai, de irmão, de namorada, de tia ou de um cachorro. É cheio de fases, caras e faces. E quando se envolve com a paixão, então, tem um jeitinho todo especial e instável de ser. Falando por conhecer, organizei, com muito carinho, uma listinha de músicas que trazem algumas das faces desse sentimento tão abstrato e tão real. As músicas são de uma cantora pela qual tenho imenso apreço - Marisa Monte. 

 - Para aquele amor que faz bem: 
 Ainda bem
 Amar alguém
Não vá embora
- Para aquele amor que acelera o coração:
 Na estrada
- Para aquele amor apaixonado:
  Beija eu
- Para aquele amor que amor que deixou saudade: 
A sua
- Para aquele amor que gera dúvida:
  De noite na cama
- Para aquele amor que ainda merece cuidados:
 Bem que se quis
- Para aquele amor não correspondido: 
 De mais ninguém
- Para aquele amor que acabou: 
- Para aquele amor que está chegando:

E você, quais são suas músicas de amor? 

Com amor, 
Ane Karoline


Um Comentário

Deixe um comentário

O tempo é maior presente que podemos dar à alguém: obrigada pelo seu. As palavras são afeto derretido, que tal deixar as suas? (Caso tenha um site, para que possamos presenteá-lo com nosso tempo,divulgue-o aqui). Forte Abraço.